36ª MOSTRA INTERNACIONAL DE SÃO PAULO
Sementes do Nosso Quintal premiado pelo público da MostraSP como melhor documentário brasileiro!
Fica 2012
Finalizado, Sementes do Nosso Quintal é lançado no Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental de Goiás
Sementes no Projeto Cinema e Corpo no CinUsp
Pré-estréia promove encontro entre educadores, pais e estudantes para refletir e debater a temática corpo e infância com o Prof. Marcos Ferreira Santos
Dialogos
|
Debates
|
Comentários
22.10.2014
Áurea Carolina Coelho More
Olá, Fernanda. Sinceramente talvez meu post esteja um tanto "atrasado", mas como o tema é atemporal e constante fonte das minhas preocupações pessoais, gostaria de me unir a esse debate. Penso que cultura e memória são absolutamente indissociáveis da educação. Se não para transmitir aquilo que acumulamos histórica e culturalmente, de que nos serve educar? E para quê educaremos? Penso na cultura e em sua memória viva como uma "vacina" sem a qual estamos vulneráveis como espécie e gênero humanos. Não compreendo tampouco a divisão sistêmica do pensamento educacional e cultural. Em minha perspectiva isso é irreal. Mas estamos diante de múltiplos e insistentes processos de segmentação e terceirização de saberes que os tornam mercadoria a serem adquiridas pelas mãos de supostos especialistas. Me encanta a ideia de que sabedoria, saberes, fazeres e modos de ser sejam transmitidos de forma "natural", oral, vivenciada e plena de significado pelos mais experientes e que estejam comprometidos com o futuro e com o presente da infância, numa troca vital para a vida planetária e para a manutenção crítica das tradições e culturas.
09.05.2014
Ely Paschoalick
Fernanda, receba minha gratidão por ter me presenteado com esta lição de vida capaz de sensibilizar e indicar um caminho possível de ser trilhado para Mudar a Escola, Melhorar a Educação: Transformar um País. Parabéns! Obra completa: minuciosa e objetiva duas características opostas que uma alma artística como a sua soube unir e produzir esta obra que já é referência educacional. Grata, ElyPaschoalick - organizadora do III Manifesto pela Educação.
16.09.2013
Maria Helena Rambaldi
Fernanda, estou aguardando ansiosa pela distribuição do vídeo ou indicação de como obtê-lo... As minhas professoras estão me pedindo... já tenho os livros, mas o vídeo é tudo de bom... Sou CP do CEI Jd Rodrigo, DRE Pirituba. Abraços. Obrigada. MH
06.09.2013
Lúcia Helena Angeiras batista da Silva
Sou professora de educação Infantil desde 1998. Acabei de assinar a revista EI e fiquei super curiosa para assistir ao filme sementes do Nosso quintal experiências deste tipo nos deixam com água na boca, principalmente por trabalhar numa rede municipal onde não se da muito valor as experiências das crianças e muitas vezes querem passar por cima de sua necessidades básicas de experimentar, vivenciar, sentir a terra, suas raízes., o contato super importante da criança com a natureza. Como faço para ter acesso ao filme.
31.08.2013
MárciaGomes Lorenzoni
Eu aqui do Rio de Janeiro, emocionada e encantada com o trailer e com a existência desse projeto. Também gostaria MUITO de receber o DVD! Estou em sintonia com essa "tribo" e feliz por encontrá-los! Muita luz à todos envolvidos e que essa semente continue crescendo e gerando frutos, nos apontando caminhos potentes para um amanhã de pessoas inteiras, criativas e saudáveis! Gratidão...
01.08.2013
Monica Xavier
Oi, Fernanda! Trabalho em uma escola de Educação Infantil em São Paulo e estamos estruturando o período integral, tentando pensar em um espaço e uma dinâmica que respeitem a curiosidade, a criatividade e o movimento das crianças. Gostaria muitíssimo de assistir o filme tão elogiado com a nossa equipe de professores. Como posso adquiri-lo? SUPER obrigada!
22.07.2013
Gilmar Cdr
Este é o caminho da reintegração, da inclusão, da diversidade. Ensino e aprendo cada vez mais a importância de DESCOLAR ao invés de COLAR. A simplicidade com sabedoria se sobrepõe à aulas conteudistas que para nada servem, senão tornar um sistema conivente com a escravidão, exploração e preconceitos classistas!
19.07.2013
Solange das Graças Seno
Olá Feranda! Obrigada por me responder. Sou Coordenadora Pedagógica da EMEI OVídio Decroly, no Itaim Paulista, São Paulo e gostaria muito de receber o DVD para utilizar na formação com as professoras.
28.06.2013
Prof. Rodrigo França
Olá Fernanda, primeiramente parabéns pelo trabalho e preocupação com a educação popular. Assisti o filme no CEU Paz e amei todo trabalho realizado com essa proposto e trago aqui mais uma vez a minha expressão de uma realidade que infelizmente não vivemos na educação brasileira. Estamos a mercê de um sistema que impõe, sufoca e prioriza a quantidade e não a qualidade no aprendizado dos alunos. Como é lindo ver que há uma escola preocupada com essa qualidade, principalmente no que diz respeito ao desenvolvimento pessoal, social e cultura das crianças; de valorizar a vida, a realidade e a natura implícita no contexto social. Hoje nossas creche são limitadas as burocracias políticas, leis e regras que ditam o que pode e o que não pode; supervisores que tem o prazer de apontar "problemas" e questões desnecessárias para o desenvolvimento educacional infantil, nos privando assim, de uma liberdade de ação, expressão e visão de um ensino diferenciado e transformador. Repito mais uma vez, precisamos quebrar esses protocolos e lutar por uma liberdade educacional pautada principalmente nos valores socioculturais.
04.06.2013
Raquel Rangel Ferraz da Silva
Não sei o que comentar. O que sei sobre cultura e educação não fortalece argumentações. Mas fiquei com vontade de me expressar de alguma forma e mostrar que meu sentimento é de emoção. Como se esta escola me contasse como eu seria feliz se tivesse estudado lá. Pelo menos posso ver o filme e incrementar meu discernimento de como deve ser daqui pra frente. É difícil expressar essa emoção, mas tento dizendo que a escola parece entender meu coração, a natureza de ser criança e a "crianceza" de crescer adulto. rsrsrs...algo assim.
07.05.2013
Anna Angélica Ramos Ferreira
Prezada Fernanda, Boa tarde!! Trabalho com Educação na Rede Municipal de Campinas-SP há vinte anos, os últimos três anos na Gestão, como Vice-diretora Educacional e agora, com Orientadora Pedagógica. O trailler do documentário me deixou muito feliz por constatar que a preocupação que tenho em relação à Educação foi contemplada através do trabalho que você retrata. Na escola na qual trabalho nossas discussões têm girado em torno justamente de reencontrar o sentido/propósito do trabalho da Escola e das Famílias. Há alguma possibilidade de eu conseguir o dvd para enriquecimento pessoal com educadora e trabalho de reflexão coletiva junto ao corpo docente com o qual atuo? Obrigada!!
    12.05.2013
    Fernanda Heinz Figueiredo
    Olá Anna, fiquei muito feliz com sua mensagem e interesse pelo filme. Estou em processo de edição do DVD com material extra que deve ser distribuido gratuitamente no segundo semestre desse ano. Mas há mais pessoas de Campinas, particularmente da Unicamp, me pedindo para que eu faça uma exibição aí. Acharia interessante juntar os interessados e fazer uma exibição que contemple o maior número de pessoas possível. Vou verificar com esse contato da Unicamp como andam as coisas e depois escrevo novamente para você. Qualquer coisa pode me telefonar. Um abraço, Fernanda
20.04.2013
Rosemary
Querida Fernanda, Assisti o seu documentário no CEU Butantã na tarde do dia 17/04/13. Fiquei muito emocionada e tenho refletido bastante, desde então, sobre tudo que vi e ouvi de todos naquele encontro. Agradeço, especialmente a você, pela sua iniciativa de registrar e divulgar tal trabalho com um olhar poético, sensível e ao mesmo tempo objetivo. A filosofia de trabalho da Therezita é, indiscutivelmente, louvável e vem de encontro a tudo que sempre acreditei. Agora, sinto-me mais fortalecida para continuar na luta por uma educação fincada nos princípios humanísticos, éticos e realmente importantes na vida das nossas crianças: AMOR (não morte), como bem nos explicou o professor doutor Marcos F. Santos. Obrigada também, a todos que participaram na elaboração desse encontro, pois nos proporcionaram uma tarde sublime!!!
    12.05.2013
    Fernanda Heinz Figueiredo
    Muito obrigada Rosemary, receber uma mensagem como a sua fortalece nossas crenças e propósitos. um grande abraço, Fernanda
17.04.2013
Roseli
Eu assisti hoje o documentário no Ceu Butantã , fiquei emocionada e gostei muito. Acredito muito nessa relação de professores, crianças, pais e equipe gestora. Espero que sirva de inspiração para muitas pessoas que julgam ser melhores que as outras e não baixam a guarda para entender as pessoas que trabalham e convivem no mesmo ambiente. Obrigada pela oportunidade
07.03.2013
Patrícia Vasconcellos
Olá! Sonhamos o projeto Caleidoscópio, um espaço cultural no meio do agreste pernambucano, na cidade de Lagoa dos Gatos. A sede fica no meio de um sítio, foi toda construída com tijolos manuais e o barro da própria terra como liga, no lugar do cimento. Tentamos realizar uma obra que respeitasse a natureza e reverenciasse sua força. Há acervo para leitura - um específico para crianças -, brinquedos, exibição de filmes, recitais, encontros para conversas com a vizinhança, capacitação. Vi o filme e fiquei louca para exibi-lo aqui, só imaginando as carinhas felizes que perceberão que são muito mais sábias do que imaginam. Como fazemos para adquiri-lo? Parabéns pelo belíssimo trabalho. Beijo carinhoso.
21.02.2013
Patricia Sanches Bodine
Olá Fernanda. Sou professora da educação infantil da prefeitura de Campinas e gostaria de saber como faço para adquirir o DVD. ADOREI!!!!
    11.03.2013
    Fernanda Heinz Figueiredo
    Olá Patrícia, o DVD deve estar disponível a partir de julho. Faremos distribuição gratuita na primeira tiragem para escolas e instituições que atuem na educação. Enquanto isso não acontece tenho sugerido que as pessoas interessadas organizem uma exibição seguida de debate em cineclubes, universidades e me avisem com antecedência para que eu possa organizar uma boa exibição. Adoraria exibir em Campinas. Te agradeço muito o interesse. um abraço, Fernanda
05.02.2013
Maria Helena Rambaldi
Fernanda, parabenizo vc e sua equipe pela produção de uma obra tão sensível e bela! estive no encontro da DRE Pirituba e pude ter meus momentosde emoção junto com todos os presentes naquele dia! Rosângela (DOT da DRE Pirituba) nos informou que seu vídeo estará disponível a partir do segundo semestre, após sua plena divulgação e realização dos encontros. Assim como a Sandra, colega Coordenadora, e outras mais, também aguardo distribuição para podermos semear estas sementes de amor que a Terezita deixa pelos caminhos por onde passa... Beijos e obrigada! Maria Helena
    05.02.2013
    Fernanda Heinz Figueiredo
    Agradeço de coração a sua mensagem, Maria Helena. Para mim esse encontro também foi um momento muito importante e é uma delícia e enorme alegria perceber que estamos conseguindo realizar conversas permeadas pela emoção. um grande abraço, Fernanda
31.01.2013
SANDRA VERCELINO
Olá Fernanda, acabei de ver a postagem de uma amiga da DRE de Pirituba comentando sobre o filme, assisti o trailer e já estou ansiosa em usá-lo nos encontros de formação do Centro de Educação Infantil JARDIM PERI que sou coordenadora pedagógica. Por favor, me avise quando já estiver disponível para aquisição. Desde já agradeço Att. Sandra Vercelino
31.01.2013
Míriam Romão
Tem previsão para exibição no Rio de Janeiro? e vocês disponibilizarão DVDS para venda? Me emocionei muito só com trailler. Desejo muito assistir.
31.12.2012
Solange das Graças Seno
Fiquei apaixonada e emocionada apenas com o trailler. Gostaria muito de assistir ao filme por completo. Já existe em DVD para comprarmos? Amo a Educação, amo o brilho do olhar das crianças nas suas deliciosas descobertas. E amo as pessoas que proporcionam tais momentos a elas. Um grande abraço
    09.01.2013
    Fernanda Heinz Figueiredo
    Oi Solange, de onde você é? Faremos em breve uma distribuição de dvds para instituições, biliotecas, universidades relacionadas a educação e infância. um abraço, Fernanda
15.12.2012
Rosana Padial
Este filme é um presente de Natal para o mundo! Pois com ele nasce e renasce o sentido da infância. Principalmente o da primeira infância. Fase que nos marca, e funda primeiramente nosso jeito de ser. Só pelo fato de ter sido idealizado por um adulto que foi criança neste quintal, já nos mostra a extensão e a importancia do tema. O documentário já é fruto de uma das SEMENTES DAQUELE QUINTAL! Eu pessoalmente AGRADEÇO de coração este presente que a educação humana, ganhou neste Natal de 2012! Um agradecimento especial à Renata Meirelles e a Fernanda Heinz Figueiredo, para que se estenda à todos que trabalharam nesta produção. FELIZ NATAL A TODA CRIANÇA UNIVERSAL QUE É RECEBIDA PELA CULTURA E TEM O DIREITO DE COMPRENDE-LA.
    09.01.2013
    Fernanda Heinz Figueiredo
    Muito gostoso ler sua mensagem, Rosana. obrigada, me emocionei muito! Um novo ano muito lindo cheio de momentos doces para você e sua família. um abraço com carinho, fernanda
13.12.2012
André Camargo
Olá! Parabéns pelo sucesso! Quero muito assistir ao filme. Minha opinião: depende de como entendemos 'cultura' e 'educação'. Gosto de cultivar uma ideia bem ampla de educação, bem como uma visão da cultura no plural. A educação acontece na cultura e pela cultura? Concordo, sem dúvida. Podemos pensar, porém, no processo de educação como algo que nos permite apropriarmo-nos de nossa cultura familiar - e transcendê-la! Apropriarmo-nos da cultura de nossa comunidade, de nossa escola e país - e transcendê-las! Apropriarmo-nos de nossas raízes culturais, do mundo greco-romano e judaico-cristão e assim por diante - e transcendê-los. Esta é uma visão bastante ampla de educação, que envolve a cultura pensada em diferentes esferas que precisam ser, ao mesmo tempo, reconhecidas, incorporadas e relativizadas para que se possa ir além, até uma dimensão ontológica onde nos vemos face a face com as diferentes facetas da condição humana e ficamos diante do mistério do que são esse mundo e essa existência. Diante das questões que nos tocam mais fundo em nossa humanidade compartilhada, no espaço de silêncio, encantamento e perplexidade para além das nuances culturais. :)
    09.01.2013
    Fernanda Heinz Figueiredo
    muito bonita a sua mensagem, André. Gostei muito. Obrigada! Espero que você consiga assistir o filme e depois quero saber a sua opinião. De onde você é? De qualquer forma, em breve faremos uma distribuição dos DVDs. um abraço, Fernanda
11.12.2012
Leandro Martins Duarte
Precisamos pegar as rédeas de nosso papel na vida, para entender e direcionar para onde queremos ir. Para isso é muito importante entender o contexto cultural que estamos inseridos.
    11.12.2012
    Fernanda Heinz Figueiredo
    Concordo inteiramente, Leandro. Se não nos apropriarmos e vivenciarmos no corpo nosso contexto cultural e familiar, nunca daremos valor a quem somos, ao que temos, a nossa comunidade e entorno, e muito menos teremos visão crítica e emocional para crescer, modificar, melhorar... um abraço!
26.11.2012
nilza correa
Neste ano trabalhei com meus alunos as regiões e os biomas brasileiros, sobre o nordeste minha maior referencia para falar de todas as características não precisei de outra coisa senão o repertório de Luis Gonzaga. Uso musica, poesia, quadros, filmes, novelas e muitos livros, gosto de fazer uma mistura de muitas informações onde as próprias crianças vão colhendo suas referencias para sedimentar seu conhecimento. Acredito, portanto que cultura e educação são indissociáveis.
    05.12.2012
    Fernanda Heinz Figueiredo
    e que delícia deve ter sido esse trabalho Nilza! Luiz Gonzaga é uma de nossas preciosidades. Que bom que seus alunos têm a chance de conhecer o seu repertório, brincar e pesquisar sobre nossos biomas através de sua obra. vou ouvi-lo com minhas filhas com esta atenção. muito obrigada por compartilhar. um abraço! fernanda
06.11.2012
ivan cruz
Profissionais da educação , através da cultura da criação plástica - quadros, esculturas e desenhos - que retratam as brincadeiras que brinquei, estão educando crianças e adultos em todo Brasil. Vejam no google : ivan cruz + brincadeiras - abrir link imagem. Ou : www.projetobrincadeirasdecrianca.blogspot.com ou : www.brincadeirasdecrianca.com.br Abraços e parabés pela inciativa teórica. ivan cruz
    13.11.2012
    Fernanda Heinz Figueiredo
    Obrigada pela sugestão e contribuição Ivan. Vou pesquisar seu trabalho. um abraço, Fernanda
04.11.2012
Regina lucia Serafini Aurich
Fiquei emocionada quando ouvi a notícia da premiação pela TV. Ainda lembro da Therezita, minha primeira professora de piano, em Colatina, no Espírito Santo. Exigente e cobradora dos exercícios, Therezita ficou para sempre na minha memória infantil, que suponho ( aliás, tenho absoluta certeza!) é a que mais vale a pena continuar sendo cultivada .Ela é hoje referència na educação, pioneira de métodos de vanguarda e atitudes arrojadas, como adotar a inclusão, já na década de 70. Parabéns à diretora pelo belo trabalho. Saudades e um abraço carinhoso para Therezita.
    13.11.2012
    Fernanda Heinz Figueiredo
    Oi Regina, nós também ficamos emocionados com esse encontro e o seu relato e a Therezita já foi abraçada por você e ficou muito feliz. Muito obrigada! um abraço, Fernanda
02.11.2012
Professor Gil
nossa.. maravilhoso... vamos tentar utilizar em 2013? vamos dar o primeiro passo? Podemos mudar a educação...Parabéns....
    13.11.2012
    Fernanda Heinz Figueiredo
    Vamos Gil! Os passos são possíveis e importantes de serem dados. Essa experiência acontece há 40 anos e é muito coerente com a criança e a nossa cultura. Estou junto das pessoas que desejam percorrer um caminho diferente de mudança de modelo mental. Qual a sua jornada? Um abraço e obrigada!
27.10.2012
marcia quisselaro
Cultura e educação, indissociáveis, como o cuidar e educar. Educamos quando aproximamos as crianças da cultura humana, para que possam compreender o mundo e produzir sua própria cultura. Não vejo a hora de ver esse filme!
    13.11.2012
    Fernanda Heinz Figueiredo
    Concordo com você Márcia. Temos que mostrar a todos a importância dessa vivência e que é possível fazer isso em comunidades distintas desde que somos bebês. Obrigada pela sua mensagem! de onde você é? um abraço
22.10.2012
João Carlos Pontes
Fiquei conhecendo a escola através do blog do José Pacheco. Para mim, educação e cultura são a mesma coisa. Não se pode conceber um sem o outro. Não vejo a hora de ver o filme. Parabéns pelo trabalho!
    13.11.2012
    Fernanda Heinz Figueiredo
    Muito obrigada João. De onde você é? Um abraço, Fernanda
22.10.2012
Iracema Brandão
Eu acho que cultura e educação têm que andar de mãos dadas, mas não são a mesma coisa. Não se pode educar sem conhecer nossas próprias raízes. Ao mesmo tempo a cultura precisa ser vivenciada na educação o tempo todo. Mas eu acho mesmo que uma coisa não substitui a outra. Aqui na comunidade onde eu trabalho a gente percebe isso com muita clareza. Os trabalhos de cultura popular não substituem a necessidade das crianças irem para a escola. E a escola em si, não se basta, sem a nossa cultura popular.
Comente e Participe
Nome(*)
Email(*)
Comentário(*)
nove + 9 =


três − = 0

Educar na Cultura
O que é o ambiental em nossas raízes?
Temas
 
Fernanda Heinz Figueiredo
Renata Meirelles
  • qui
    17
    Mar
  • sab
    07
    Nov
  • dom
    15
    Jun
  • qui
    05
    Jun
Últimos Comentários
+
PRISCILA APARECIDA GONÇALVES
Muito interessante o filme. A proposta pedagógica e a concepção de criança vai de encontro com o que acredito na educação. Gostaria de informações referente a venda do DVD, pois,...
Áurea Carolina Coelho More
Olá, Fernanda. Sinceramente talvez meu post esteja um tanto "atrasado", mas como o tema é atemporal e constante fonte das minhas preocupações pessoais, gostaria de me unir a esse debate....
  • Patrocínio