36ª MOSTRA INTERNACIONAL DE SÃO PAULO
Sementes do Nosso Quintal premiado pelo público da MostraSP como melhor documentário brasileiro!
Fica 2012
Finalizado, Sementes do Nosso Quintal é lançado no Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental de Goiás
Sementes no Projeto Cinema e Corpo no CinUsp
Pré-estréia promove encontro entre educadores, pais e estudantes para refletir e debater a temática corpo e infância com o Prof. Marcos Ferreira Santos

Diretora

|

FERNANDA HEINZ FIGUEIREDO

A ideia para o projeto nasceu durante os estudos de educação ambiental que realizava fora do país e de uma carta que a documentarista escreveu para Therezita, a quem não via há 30 anos, reconhecendo o amor e a admiração ao seu trabalho. A partir de uma profunda reflexão sobre a sociedade contemporânea, aliada ao senso de urgência com o nascimento de sua primeira filha, surgiu na realizadora o desejo e o impulso de divulgar o trabalho de respeito e valorização da criança e da cultura da infância e colaborar para uma reflexão sobre os rumos da infância no Brasil, no mundo e na escola, e sobre os valores humanos.

“A Tearte, minha primeira escola, é considerada até hoje um trabalho pioneiro, mesmo tendo quase 40 anos de existência. Foi idealizado pela Therezita a partir de sua intuição, experiência de vida, muito estudo, e contribuição de pais, alunos e colaboradores de diversas áreas e origens que passaram pela escola ao longo dos anos.

Infelizmente, percebi com as pesquisas para a produção desse filme, os congressos que participei e escolas que visitei, que simplicidade, liberdade e autonomia, que priorizar a brincadeira sem finalidades pedagógicas, e “apenas” como atividade essencial da primeira infância, permitir a vivência profunda dos elementos da natureza, inclusive o fogo, dentro da escola, e dos ciclos das festas e manifestações de nossa cultura popular, exigir e incluir os pais no dia-a-dia da escola, chamando para eles a responsabilidade com relação a seus filhos e, ainda, assumir os conflitos, desníveis e complexidades da vida dentro da escola, são coisas raríssimas de se encontrar.”

Ainda que fundada em um momento (início da década de 1970) em que esta forma de trabalhar com a criança parecia ser uma tendência da contracultura, a escola continua sendo de vanguarda, fugindo dos padrões de escolarização, avaliações descabidas, didatismos excessivos, assepsia, controle, cultura do medo e adultização da infância, que infelizmente se verificam na educação infantil corriqueira.

Uma experiência escolar que nos alerta para a urgência de se fazer educação a partir da criança e não de currículos não pode deixar de ser disseminada e conhecida pelo Brasil. No dizer do celebrado educador português José Pacheco, referindo-se à Tearte: “o Brasil não pode deixar de conhecer o que tem de melhor”. É essa lacuna que o documentário pretende e certamente preenche. Provoca o olhar para o educador que tem a coragem de acreditar na vida vivida, nos limites bem definidos, na experiência antes da informação, na natureza que cresce em todos nós e no potencial criativo de cada um, como organizadores de um cotidiano escolar e, fundamentalmente, de seres humanos.

Fernanda se envolveu tanto com o tema que acabou sendo chamada para, desde 2009, dirigir a série anual de curta documentários para o Prêmio Pelo Direito de Ser Criança, concebido pelo Instituto Sidarta e patrocinado pela Unilever/OMO, e que premia escolas em todo o Brasil que detém as melhores práticas do brincar. A partir de então, decidiu fundar sua produtora, a AIUÊ, com foco e expertise em educação e cultura.

Diálogos
10.04
Semillas de Nuestro jardín participa em abril do Festival Internacional del Uruguay
Filme foi convidado a integrar o Panorama Largometrajes Internacionales e representará o Brasil junto com diversos filmes brasileiros no 32.o Festival Cinematográfico Internacional del Uruguay de 10 a 20 de abril. A diretora Fernanda Heinz estará novamente presente e participa de debate após a exibição. 
26.03
Sementes motiva a criação da Ciranda de Filmes, 1.ª mostra com foco em infância, aprendizagem e transformação
de 1. a 3/04 no Cine Livraria Cultura do Conjunto Nacional. Mostra de filmes, rodas de conversa, exposição do Território do Brincar, memórias da infância, apresentações musicais, um espaço lúdico e inspirador. A primeira mostra de filmes centrada em nascimento e infância, espaços de aprendizagem [...]
26.11
Sementes começa diálogo internacional sobre educação na França
Filme foi calorosamente recebido pelo público e premiado pelos internautas na 9.ª edição do Festival du Film d’Éducation na França, um dos únicos do gênero! Vale ler a crítica de Jean Pierre Carrier no site do Festival http://www.festivalfilmeduc.net/spip.php?article687  
Fechar
Legenda
Últimos Comentários
+
PRISCILA APARECIDA GONÇALVES
Muito interessante o filme. A proposta pedagógica e a concepção de criança vai de encontro com o que acredito na educação. Gostaria de informações referente a venda do DVD, pois,...
Áurea Carolina Coelho More
Olá, Fernanda. Sinceramente talvez meu post esteja um tanto "atrasado", mas como o tema é atemporal e constante fonte das minhas preocupações pessoais, gostaria de me unir a esse debate....
  • Patrocínio